Estudo afirma que quase metade da população mundial usará óculos até 2050 devido ao uso contínuo de aparelhos eletrônicos

Oftalmologista alerta para os problemas visuais que podem surgir e dá dicas sobre como utilizar os equipamentos sem causar tantos danos para a visão

 

Já é cotidiano acordar e pegar o celular ou até mesmo passar horas em frente a um computador ou tablet. Esses hábitos se tornaram rotina na vida das pessoas, porém tais práticas podem causar problemas à saúde dos usuários. Isso é o que afirma um estudo do Ophtalmology Journal, da Academia Americana de Oftalmologia. De acordo com a pesquisa, até 2050 cerca de 50% da população mundial vai sofrer com problemas visuais por causa da tecnologia.

 

Os pesquisadores afirmam que as mudanças no modo de vida das pessoas resultaram em maior utilização de equipamentos eletrônicos, o que está diretamente ligado com o aumento de problemas visuais. A previsão é que em 2050, 4,8 bilhões de pessoas, o que deve representar 49,8% da população mundial, terão que usar óculos. Em 2010, esse número era próximo de 2 bilhões e representava 28,3% das pessoas.

 

Dra. Roberta Ventura, oftalmologista do Hospital Guararapes (HG), instituição que recentemente inseriu a oftalmologia no seu quadro de especialidades atendidas, explica que a fragilidade da musculatura do olho leva a síndrome da visão do computador que inclui miopia transitória. A luz azul, que está presente nos aparelhos eletrônicos causa lesão da retina. “Ficar muito tempo em tablets e celulares pode causar sérios danos à visão”, pontuou, acrescentando que o principal problema causado pela exposição é a miopia.

 

A oftalmologista do HG ainda explicou que há formas de utilizar os equipamentos sem causar tantos danos para a visão. “É preciso tomar alguns cuidados. Para cada 40 ou 60 minutos de exposição, é importante descansar entre 5 a 10 minutos e utilizar óculos com prevenção para luz azul. Mesmo com as precauções, é fundamental visitar regularmente um oftalmologista”, afirma.